Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Lectus’ Category

O Triclinium era a sala de jantar formal na casa romana.

Triclinium (Reproduction): Triclinium era uma sala reservada às refeições, com três leitos dispostos à volta de uma mesa; em cada leito cabiam três pessoas.

Os Romanos, que antes comiam sentados, passam, por influência grega, a tomar as suas refeições reclinados (deitados).
O jantar era um ritual na vida dos antigos romanos e durava desde o fim da tarde até a madrugada.
Para mostrar a importância do espaço, o triclinium era decorado com mosaico ou afrescos nas paredes. Deuses e mitos eram muito comuns na decoração dos cômodos.
Durante o banquete, canções e danças eram usados para entreter os convidados.

Triclinium (Reprodução)

Triclinium Romano (Reprodução)

A decoração era luxuosa e, por vezes, exagerada. ( em algumas casas ricas existiam mecanismos no teto que derramavam sobre os convivas flores e perfumes.)

The Roses of Heliogabalus, As Rosas de Heliogabalus (1888) Lawrence Alma-Tadema

A pintura é inspirada em um episódio da vida do imperador romano Heliogabalus e descrito na Historia Augusta. Heliogabalus convidou alguns de seus conhecidos ao jantar. Antes preparou um teto falso lotado com pétalas de rosas. Durante o jantar, ele fez cair sobre seus convidados, inundações de pétalas, alguns deles morreram de asfixia. No primeiro plano da pintura, o destaque são os convidados reclinados, cobertos com pétalas. Ao fundo, Heliogabalus, visível com um manto e uma coroa de ouro, junto com sua mãe Julia Soemia. Atrás deles está um tocador de flauta (tíbia) e uma estátua de Dionísio.

Em muitas casas podem existir vários triclinium (áreas de refeições) permitindo que a família escolha o quarto em que se deseja jantar.

Dinner by Alma-Tadema

Between Hope and Fear by Alma-Tadema

Ruínas do Triclinium na Casa Julia Felix, Pompéia, Itália

Read Full Post »

Alma-Tadema - A Roman Art Lover II

Cena da roma antiga: acomodados em lectus, de costas para o peristylium, cidadãos romanos admiram uma escultura em uma típica casa romana. (A Roman Art Lover II, by Alma-Tadema)

Os romanos ricos se reclinavam em suntuosos divãs em torno de uma mesa, para fazer suas refeições. Este tipo de cadeira ou sofá é chamado de lectus. O lectus, foi talvez o ítem mais importante do mobiliário romano, era usado para dormir, sentar, relaxar e comer.

Original Lectus (leito para a refeição): feito de madeira e ornamentos de bronze, século II


O lectus tinha uma armação de madeira com tiras de couro que mantinha um colchão recheado com palha ou lã, ou penas. Em uma extremidade do lectus sempre havia um braço, embora muitos desses sofás também tivessem encosto e dois braços. O lectus se tornou ainda mais confortável com a adição de travesseiros, almofadas e colchas confeccionadas com os melhores tecidos.

Closeup of Roman dining couch (lectus)

Detalhe: Lectus, o assento reclinado usado pelos antigos romanos.

As pernas do lectus eram muitas vezes decoradas com metais preciosos ou feitas de marfim. O costume de reclinar-se na hora da refeição foi introduzido pelos gregos. No ínicio era permitido apenas aos homens o ato de reclinar-se ao comer, depois foi permitido também as mulheres, (das mulheres se esperava algum recato: sentar-se no sofá para comer, ao invés de adotar uma posição reclinada).
O Lectus servia para diversas funções e constituem a base do estilo romano no mobiliário.
Os romanos pobres ou escravos, comiam em mesas e cadeiras normais.

Principais denominações:
Lectus triclinarius: Leitos para refeição no Triclinium
Lectus cubicularius: Leitos para dormir.
Lectus genialis: Leitos para núpcias
Lectus lucubratorius: Leitos para estudar.

As Rosas de Heliogabalus. A pintura é inspirada em um episódio da vida do imperador romano Heliogabalus e descrito na História Augusta: Durante a refeição, ele fez cair sobre seus convidados, inundações de pétalas de rosa, e alguns morreram afixiados, soterrados pelas flores. No primeiro plano da pintura, o destaque são os convidados reclinados, cobertos com pétalas. Ao fundo, Heliogabalus visível com um manto e uma coroa de ouro, junto com sua mãe Julia Soemia. Atrás deles, um tocador de flauta (tíbia) e uma estátua de Dionísio. Nome original, The Roses of Heliogabalus, pintado em 1888 por Lawrence Alma-Tadema.

Read Full Post »